segunda-feira, agosto 24, 2009

Mes premières vacances.

Dizem que nas férias se descansa, mas se calhar estas não me estão a saber a férias porque eu já estou em casa desde Abril... Nestas férias não se descansa. Na 1ª semana estivemo-nos a ambientar, uma semana para isso tudo é muito. Criar rotinas, que é como quem diz repetir as rotinas que o bébé já tinha de Lisboa, mas que os 300 km fizeram com que se esquecesse. Na segunda semana fizemos visitas, passeámos e fomos com o bébé a casa da familia e amigos que moram por aqui, fomos aos hoteis passar o dia com os que estavam de férias, etc. Passou-se. Na 3ª semana decidimos que ele ainda só tinha ido á piscina e que se calhar o ar do mar também lhe fazia bem. Assim foi. Praia com ele. E um rol de outras coisas incluídas: temos um bébé mais cansado à noite é certo, e com um nariz menos entupido, mas...

É mais ou menos assim: Arruma a mala dele, não te esqueças das fraldas, do biberon da àgua, das xuxas suplentes, da fralda de pano, da mantinha, do babete, do 'canguru', do chapéu dele, da muda de roupa (porque tudo pode acontecer), ok das 2 mudas de roupa, dos óculos de sol, de o vestir de branco, do protector (que entretanto já espalhámos pelo corpo todo, etc. Com tudo isto corremos o risco de nos esquecermos da nossa toalha, do nosso protector, do nosso chapéu, da nossa água, etc... Ele vai no ovo, chegamos à praia sai do ovo, vem para o canguru, põe o chapéu, olha a xuxa que caiu, olha que está virado contra o sol, está a fechar os olhos põe-lhe os óculos, traz os sacos, e lá vamos pela areia, novamente 2 em 1. Senta estende o colchão, a toalha, deita o bébé, olha quer água, tira-lhe o chapéu aqui está sombra, cuidado já pôs a mão na areia, e agora na boca, e ao fim de meia hora dispo-me e sento-me ao sol. 1 minuto no máximo, fartou-se já não quer estar deitado, quer estar sentado (3 meses!!!), e com as mãos na boca, não, não tem fome, é mesmo assim, e toma o brinquedo, já não queres este, e este queres? podíamos levá-lo à água, faz-lhe bem, troca a fralda pela da àgua, despe o bébé, desce até à água molhamos os pezinhos, ele gosta, lavamos-lhe o nariz, ele não gosta, chora, olha o avião que giro Manel, olha que giro, molhamos outra vez os pés e voltamos à base.

Mas estas são as melhores férias, as mais cansativas, mas também as mais felizes. Não trocava por nada. Férias? Talvez, quando ele tiver 18 anos, EH! EH!

1 comentário:

Pinguina disse...

Tens toda a razao, eu também nao trocava esta confusao por nada deste mundo :o)