segunda-feira, junho 04, 2007

O meu D. Quixote

Não era o melhor professor, era O Professor.
Desde a 1ª aula que me rendi logo à sua inteligência, sentido de humor e amizade com que fazia tudo o que gostava.
Na memória fica a animação que conseguiu 'levar' para o meu casamento, mesmo conhecendo tão pouca gente...
Fazia-me constantemente sentir bem, sentir melhor. As mensagens que me mandava eram autênticas declarações de amor, tal a beleza e o carinho das mesmas... Na primeira deste ano disse-me que eu era o moinho que lhe faltava conquistar, enganou-se, não faltava.
Faleceu hoje quase sem querer, como alguém disse.


Até um dia Roberto.

Sem comentários: